Muita pesquisa tem sido feita no último ano para tornar as baterias mais eficientes na produção de energia, de modo a melhorar a autonomia de veículos equipados com motores elétricos. Mas também é possível fazer o mesmo com o motor elétrico, que pode ficar mais compacto e transmitir potência com menos perdas de energia, com um design diferente.

É o caso do novo motor de fluxo axial da Magnax, que se apresenta como uma alternativa aos tradicionais motores de fluxo radial. Este motor elétrico consegue usar mais cobre com menos espaço e expelir calor com mais facilidade, mantendo um nível elevado de potência por mais tempo.

Em termos práticos, a Magnax anuncia o equivalente a uma geração de 10 cv/kg em utilização normal, e de 20 cv/kg em velocidade máxima. A empresa belga vai apresentar um protótipo com 275 mm de diâmetro, com um peso de 24 kg, capaz de atingir cerca de 400 cv de potência, ideal para automóveis de alta performance e aviões com hélice, e outro mais pequeno, com 185 mm, 8 kg e 136 cv, para automóveis compactos e motociclos.