Rotundas ficam mais rápidas com semáforos inteligentes

Nas últimas décadas, as rotundas substituíram os semáforos na maioria das estradas. Dando a prioridade aos condutores que estão dentro da rotunda, o tráfego flui mais facilmente, reduzindo a acumulação de trânsito nas entradas da rotunda. Apesar disso, mesmo este sistema não é perfeito, mas a Universidade Politécnica de Valência propõe uma solução… trazendo de volta os semáforos.

A equipa de investigadores liderada por Marilo Martín Gasulla pretende adaptar o sistema de acesso a auto-estradas usado nos Estados Unidos a rotundas europeias. Basicamente, conecta um medidor de fluxo de tráfego a um semáforo inteligente. Usando este sistema, o semáforo pára o trânsito momentaneamente nas direções mais usadas e permite libertar as outras entradas na rotunda.

O objetivo não é transformar as rotundas numa via regulada por semáforo, já que estes iriam funcionar apenas quando o tráfego o necessitasse. As simulações feitas por Martín Gasulla e pela sua equipa demonstram que o tráfego nas rotundas seria reduzido em 60 por cento. A equipa de investigação da universidade valenciana prevê um custo de 14.300 euros para cada implementação individual deste sistema.