Uber constrói cidade fictícia para testar carros autónomos

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

De forma a acelerar o desenvolvimento da tecnologia de condução autónoma, a Uber criou uma cidade artificial para testar os seus veículos autónomos em Pittsburgh.

Atualmente empenhada em trazer a condução autónoma para a realidade, contando mesmo com algumas unidades do Volvo XC90 para o efeito, a Uber criou a ALMONO, uma pequena cidade que simular diversas condições próprias de tráfego de uma urbe, como cruzamentos, carros alheios e peões que se comportam de forma imprevisível para testar desta forma o software desenvolvido pela empresa de mobilidade norte-americana.

Com mais de 1.000 m2 e com um projeto de expansão do mesmo também em perspetiva, a Uber quer que esta diversidade de situações possa precaver os diferentes perigos de uma estrada real, nomeadamente na interação com outros veículos e, também, na reação à atividade dos peões.

a carregar vídeo

A Uber tem vindo a desenvolver a sua tecnologia de carros autónomos já nas estradas, com algumas situações de risco já reportadas ao longo do último ano, pelo que a intenção com este espaço fictício de circulação rodoviária é acelerar o processo de ‘aprendizagem’ dos carros autónomos, sendo que os veículos apenas estão ‘autorizados’ a saírem de ALMONO depois de passarem nos testes de segurança.

Note-se que esta não é a única companhia a ter uma cidade fictícia criada só para desenvolver carros autónomos. A Ford também tem uma infraestrutura do género criada em parceria com a Universidade do Michigan, denominada a MCity, com o seu propósito a ser exatamente o mesmo.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.