Este Acura NSX esteve escondido numa garagem 30 anos

24/04/2024

O Honda NSX é o supercarro da marca nipónica, com a primeira geração produzida entre 1990 a 2005 a incluir uma actualização do modelo em 2002, na qual perdeu os faróis escamoteáveis. Nos EUA o NSX foi vendido através da marca de luxo da Honda, a Acura, daí o modelo ser conhecido em território norte-americano como Acura NSX. O objectivo deste modelo era superiorizar-se em relação ao Ferrari 348, com Ayrton Senna a ter um papel fundamental no estágio final do desenvolvimento do NSX.

O primeiro automóvel da indústria equipado com um chassis semi-monocoque totalmente construído em alumínio foi precisamente o NSX. Inicialmente equipado com o motor V6 C30A de 3.0 litros de cilindrada e 274cv, recebeu em 1997 o motor C32A de 3.2 litros, subindo a potência para os 294cv.

Neste artigo encontramos um Acura NSX de 1992 que esteve “escondido” numa garagem durante 30 anos, ou seja, praticamente desde novo, tendo percorrido apenas duas mil milhas, o equivalente a cerca de 3200 quilómetros.

Este NSX nasce já com uma história rocambolesca, uma vez que foi oferecido por um mecânico, quando este destruiu num acidente o primeiro NSX do proprietário. O mecânico adquiriu um automóvel novo para substituir o exemplar destruído, sendo esse o automóvel presente neste artigo. O proprietário, se calhar por medo que fizessem o mesmo a este NSX, pouco andou com ele e decidiu guardá-lo numa garagem com temperatura controlada, permanecendo lá desde 1993, mantendo até os pneus Yokohama originais.

Agora, este NSX irá ser submetido a uma lavagem profunda e será colocado à venda. Juntamente com o automóvel está toda a literatura e brochuras da época, todas por abrir à espera do futuro comprador.

19
1
2
3
4
5
6