Renault ZOE estreia versão mais potente

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

A Renault dá mais um passo em frente na mobilidade elétrica e prepara a apresentação em Genebra de uma versão atualizada do ZOE, destacando-se a inclusão de uma unidade motriz mais potente, com 109 CV de potência.

Recebendo algumas atualizações estéticas, o ponto mais importante da renovação do ZOE é a chegada de um novo motor denominado R110 que se afigura como uma evolução do R90 e que aumenta a potência para os 109 CV e o binário máximo para os 225 Nm. Com isso, o novo ZOE pode acelerar dos zero aos 100 km/h em 11,4 segundos, mantendo-se a velocidade máxima de 135 km/h, uma salvaguarda por uma questão de autonomia das baterias.

A bateria de iões de lítio de 41 kWh tem uma autonomia apregoada de 300 quilómetros no verão e de 200 quilómetros no inverno, de acordo com a marca, podendo ser carregada de zero a 80% da sua capacidade em cerca de uma hora e 40 minutos.

O novo ZOE tem também algumas novidades no seu exterior, destacando-se a chegada de uma nova cor denominada ‘Blueberry Violet’, uma tonalidade de violeta que pretende reforçar o carácter irreverente deste utilitário elétrico, que ainda recentemente beneficiou de uma novidade em termos de carregamento para o mercado português.

No interior, realce para o novo pacote de cor Blueberry Purple Pack no nível superior Intens, que reflete no habitáculo alguns elementos da cor exterior ao nível do tablier e dos bancos, além de acabamentos em violeta para outras partes, como a alavanca da caixa ou os contornos dos altifalantes nas portas. Tecnologicamente, o Renault ZOE passa a contar com um sistema R-Link Evolution cujo destaque está na conexão ao sistema operativo Android Auto.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.