Todos estão conscientes do conceito que quem for apanhado acima do limite de velocidade, arrisca-se a ser mandado parar por um agente da autoridade e forçado a pagar uma multa. Agora, imagine que era multado não por andar depressa, mas por excesso de lentidão. E que esta velocidade era 1 km/h, por estar preso no trânsito da cidade. Parece justo? Afinal, é impossível andar mais depressa com carros à frente.

Mas calma, a multa que lhe passam não é verdadeira, nem é feita por um agente da autoridade. Na verdade, esta é a mais recente campanha da CP, em que, quem for apanhado pelo Radar Lentidão numa grande cidade, recebe depois a “multa”, que é uma indicação para, quando a for pagar, ganhar um passe para passar a deslocar-se de comboio, e deixar de andar devagar no trânsito.

Também pode gerar um voucher no site do Radar Lentidão, onde pode encontrar os serviços disponíveis, que incluem viagens nos comboios urbanos de Lisboa, Setúbal e Coimbra, assim como nos intercidades e regionais. A CP está a fazer esta campanha apenas para os 3000 primeiros clientes.