A introdução de sensores e códigos digitais e ausência de chaves tradicionais deveriam proteger os automóveis modernos de furto, mas também os “amigos do alheio” aderiram às altas tecnologias e continuam a conseguir roubar automóveis, incluindo modelos de alta gama, com a mesma facilidade e rapidez com que se forçava um trinco e se fazia uma ligação direta ao motor.

É o caso deste vídeo de uma câmara de segurança, em Sollihull, na Inglaterra, que foi divulgado pela Polícia de West Midlands. O vídeo mostra dois ladrões a roubarem um Mercedes da porta de casa, com uma relay box encostada à parede exterior. Esta caixa eletrónica consegue ler os códigos de uma chave de automóvel nas imediações e enviá-la para outro aparelho, que simula a presença da chave e consegue “enganar” o sistema da viatura.