Com o Reino Unido a anunciar que a venda de carros com motor de combustão vai ser proibida a partir de 2040, o Governo britânico tomou medidas para facilitar a trocar de automóveis tradicionais por elétricos a curto prazo, e para isso vai obrigar a maior parte das estações de combustível (incluindo todas as que localizadas em auto-estradas) a instalar pontos de carregamento para veículos com motores elétricos.

Em 2012, existiam mais pontos de carregamento que automóveis elétricos, mas desde então mais de 85 mil veículos elétricos passaram a circular nas estradas britânicas, enquanto o número de postos de carregamento é de apenas 11 mil. Há cinco anos, existiam 0,78 carros por posto, agora são 7,32. Para facilitar o acesso público a automóveis elétricos, os pontos de carregamento precisam de estar mais distribuídos, com a União Europeia a estimar que devem ser, no máximo, de 10 carros por ponto.

O Governo britânico antecipa que mais de 700 mil carros elétricos possam estar em circulação no Reino Unido até 2020, pelo que vai ser necessário criar mais 60 mil postos de carregamento em apenas três anos para atender às necessidades destes automobilistas. A Zap-Map, organização que controla a localização de pontos de recarga para informar o público, não acredita nestes números, e acredita que não existirão mais de 30 mil pontos de carregamento nos próximos cinco anos.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.