BMW Z4 Concept: A face moderna de um ícone

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

A ansiedade em torno do novo BMW Z4 Concept era já bastante grande, sobretudo, depois de se saber que a marca bávara estava a desenvolver este seu novo modelo em parceria com a Toyota.

Nesta conjunção de esforços, a marca bávara ficava com o seu roadster desportivo e a japonesa recuperava um coupé desportivo com um nome não menos emblemático – Supra. Da parte desta última ainda pouco se sabe, sendo de prever que o Salão de Frankfurt traga mais alguma novidade a este respeito, mas da BMW apareceram já as imagens que mostram como será o futuro Z4 de produção em série.

Apresentado no Concurso de Elegância de Pebble Beach, o Z4 Concept tem já uma aura de produção inscrita na sua própria conceção, mostrando igualmente o rumo a seguir em termos de linguagem estética por parte da BMW. Na frente, a interpretação dinâmica da grelha em formato de ‘rim’ que se centra na extremidade dianteira de um capot longo e muito reto, com duas nervuras longitudinais no mesmo, para melhorar a refrigeração do motor.

Na frente, destaque ainda para os faróis de desenho agressivo com luzes diurnas LED e para o para-choques não menos agressivo, cujas aberturas de grandes dimensões proporcionam um visual diferenciado e muito dinâmico. Na lateral, o perfil esguio é acentuado pelo para-brisas inclinado, mas também pela dupla de vincos que emana a partir da saída de ar junto à cava da roda dianteira, acabando essas por oferecer um aspeto ainda mais dinâmico.

Na traseira, os farolins horizontais e a tampa da bagageira muito esculpida com um spoiler proeminente destacam-se facilmente, mas também há que referir a dupla saída de escape cromada. Atrás do habitáculo, as proteções de cabeça em cinzento também mostram uma atitude desportiva. Os espelhos retrovisores muito finos deverão ser ligeiramente modificados na versão de produção.

“Máquina de condução”

A descrição acima colocada é oferecida pelo autor do desenho deste BMW, Adrian van Hooydonk, que quis incorporar neste Z4 Concept elementos de desportividade explícita.

“O BMW Concept Z4 é uma máquina de condução total. Reduzir o carro ao estritamente necessário permite ao condutor experimentar todos os ingredientes do prazer de conduzir com uma superior franqueza. Este carro é liberdade total em quatro rodas”, refere o diretor de desenho do Grupo BMW.

Foi a pensar nessa redução ao essencial que a BMW desenhou o interior com uma interessante abordagem moderna em que os comandos estão orientados para o condutor. O banco deste, bem como os painéis das portas, o quadro de instrumentos e a consola central apresentam um acabamento a preto e destacam-se face à tonalidade laranja do exterior e do resto do interior. O condutor, adianta a marca, fica envolto numa espécia de ‘cápsula’ que produz uma “sensação desportiva” e um foco na condução.

O painel de instrumentos e o ecrã de informações central formam um conjunto de ecrãs integrados posicionados à mesma altura à frente do condutor, parecendo assim unificados. A partir de um comando tátil, o condutor pode escolher que elementos quer ver no ecrã de informações, como o trajeto da navegação, média ou outras características do sistema de infoentretenimento. Sobre o painel de instrumentos aparece um head-up display para mostrar o essencial. Os restantes comandos estão agrupados naquilo que a BMW denomina de ‘ilhas funcionais’ para reduzir as distrações ao condutor.

A aposta em materiais de elevada qualidade também faz parte deste Z4 Concept, sendo ainda uma incógnita quanto deste visual é que será transposto para o modelo de produção, cuja chegada ao mercado deverá acontecer em meados de 2018.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.