F1: BMW nega parceria com a Mclaren

Nos últimos dias surgiu a notícia de que a McLaren e a BMW poderiam estabelecer uma parceria no Mundial de Fórmula 1. Confrontada com estes rumores, a insígnia de Munique já veio a público negar esses intentos através de um comunicado.

“Quando decidimos sair da F1 em 2009 foi uma decisão que a BMW tomou a longo prazo. Quisemos colocar alguns dos recursos que estavam alocados à F1 na investigação e desenvolvimento de outras soluções. A BMW constituiu-se como o principal fabricante de automóveis elétricos no campo da mobilidade elétrica. Estamos atentos aos avanços no desporto automóvel, mas atualmente não temos planos para regressar à F1”.

Recorde-se que durante a sua passagem pela denominada disciplina máxima do desporto automóvel, a BMW conquistou em 1983 o título mundial com Nelson Piquet então como fornecedora de motores da histórica Brabham. Mais tarde esteve ligada à Williams e à Sauber.

Alexandre Melo