Primeiro VW Carocha foi comercializado há 70 anos

Há precisamente 70 anos dois negociantes de automóveis da Alemanha recebiam os primeiros nove Volkswagen “saloon” para venda ao público.

As firmas Gottfried Shulz em Essen e Raffay&Co em Hamburgo estariam longe de imaginar que aquela encomenda lhes reservaria um lugar na história do automóvel que representa um ícone popular do Séc. XX e que foi uma das grandes alavancas para o milagre económico da Alemanha do Pós-Guerra. O projecto inicial do “carro do povo” encomendado a Ferdinand Porsche no início da década de 30, contemplava a necessidade de motorizar a Alemanha com um carro de baixo custo, económico e fiável.

O primeiro protótipo do Vw Type 1 foi desenhado por Erwin Komenda, mas a eclosão da II Guerra Mundial obrigou à reconversão do projecto ao esforço de guerra, com a produção de várias adaptações militares, especialmente eficazes na campanha de Romell no deserto de África. Após a II Guerra Mundial, e sob os auspícios do Major Ivan Hirst do Exército Britânico, a fábrica entretanto baptizada de Wolfsburgo retomou a produção do VW, primeiro com uma encomenda de 10 mil unidades para os Aliados, e depois com a produção da primeira série para venda ao público.

Osucesso foi imediato, graças à sua simplicidade mecânica e ao seu design carismático, várias gerações do VW foram conquistando adeptos pelo mundo inteiro, sendo provavelmente o primeiro “carro global” da história do automóvel.

Até ao fim da sua produção em 2003 no México, foram produzidos mais de 21,5 milhões de VW Carochas, cujo mito renasceu, com o lançamento do New Beetle.

José Luís Abreu / Autosport

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.