WTCC: Yvan Muller pode assinar pela Volvo

O tetracampeão do Mundo de Turismos, WTCC, Yvan Muller pode estar na lista de candidatos a um lugar na Volvo em 2017, depois de ter testado o S60 em Portimão. Aos 47 anos, o piloto francês que tem mantido boas ligações com o nosso país, não passou despercebido no Algarve onde esteve aos comandos do Volvo S60 TC1. O francês anunciou a sua saída do WTCC no final de 2016, mas sempre disse que não queria ficar totalmente parado, e por isso para já desconhece-se se esta pode ser uma hipótese concreta ou somente para ajudar no desenvolvimento do carro, fruto da sua longa experiência.

Para trás ficou já uma carreira de sonho. O tetracampeão do WTCC é o piloto que detém o recorde de pole positions (29), vitórias (48), pódios (125), e voltas mais rápidas (38), decidiu que aos 47 anos, era o momento de parar: “Não tem tanto a ver com a idade mas sim com o desejo e a motivação. Testes, simuladores, treino físico, as viagens, ser profissional de desporto motorizado requer um grau de empenhamento que já não estou preparado para dar sequência. Por outro lado depois de 11 épocas no WTCC, estou numa fase da minha vida em que posso querer fazer outra coisa qualquer. Estou orgulhoso por ter ajudado a desenvolver o Citroën C-Elysée WTCC e a equipa, conheci excelentes pessoas. Pilotar sempre fez parte da minha vida, não me vejo a parar por completo, mas agora vou passar mais tempo com a minha equipa, a Yvan Muller Racing”, disse Yvan Muller, que luta com Tiago Monteiro, entre outros, pelo segundo lugar no campeonato, isto a três eventos e seis corridas do final da época. Portanto, depois desta palavras, regressar ao WTCC pode parecer estranho, mas nunca se sabe. A Polestar Cyan Racing anuncia o seu line-up no final deste mês.