Estradas com muito trânsito podem causar demência

Nuno Fatela
Nuno Fatela
Jornalista

A conclusão surge num estudo publicado pela publicação britânica “The Lancet”

Já alguma vez pensou “o trânsito está a dar comigo em doido”? Caso viva perto de uma estrada com muito tráfego, isso pode ser mesmo realidade, já que um estudo publicado na revista de medicina britânica “The Lancet” o risco de demência aumenta para aqueles que vivem junto a vias onde o trânsito é mais intenso.

Esta conclusão deriva de um estudo realizado no Ontário, Canadá, que ao longo de 11 anos analisou seis milhões de pessoas entre os 20 e os 85 anos que não tinham antecedentes de doenças neurológicas. Segundo a investigação, aqueles que vivem a menos de 50 metros de estrada com muito trânsito têm um risco de demência superior em 11%, uma incidência que desce para os 4% naqueles que estão separados destas vias por uma distância entre 50 e 100 metros e continua a cair para os 2% nos que estão afastados entre 100 a 200 metros das rotas com mais movimento.

Caso a sua habitação esteja a mais de 200 metros, pode ficar descansado, pois o estudo diz que não existe nenhum aumento do risco de doenças neurológicas como a demência.

Fonte: Autoplus.fr