Novo Porsche Cayenne: Mais desportivo e atlético

Foi ontem apresentado oficialmente, conforme a Turbo anunciou, o novo Porsche Cayenne. Sem surpresas em relação à aparência, dada a divulgação das imagens do modelo poucas horas antes, conhecem-se agora as especificações concretas sobre a motorização, as informações relativas às prestações e todas as características do novo modelo. É um SUV mais desportivo e atlético!

A expectativa cresceu, alimentada racionalmente pela Porsche. Adivinhava-se uma terceira geração do SUV demarcada por um caráter mais desportivo, focado nas prestações mas sem fugir demasiado aos modelos anteriores. E foi isso que aconteceu. O exterior do novo Cayenne, a confirmar o que tinha sido antevisto, apresenta um redesenho subtil na frente do SUV: novas óticas em LED ligeiramente mais pequenas e uma grelha transversal que incorpora entradas de ar de maior dimensão.

Os faróis em LED estão disponíveis em equipamento de série mas duas outras ofertas de iluminação poderão ser adquiridas: o pacote Porsche Dynamic Light System (PDLS), que adapta a iluminação inclusivamente às condições da estrada, como em auto-estrada ou em curva, e o mesmo pacote PDLS na versão plus, com a adição da tecnologia de feixe de luz matrix que controla a intensidade da luz em modo variável e possibilita, por exemplo, a adaptação da luz emitida aos reflexos de sinais de trânsito e dos máximos quando circula tráfego no sentido oposto – evitando situações de encadeamento.

Passando para a traseira do modelo – a secção que foi alvo de mais esforços por parte da marca de Estugarda – a extensa barra semelhante à do Panamera substitui os farolins individuais presentes na geração anterior, permitindo uma iluminação tridimensional e envolvendo, também em três dimensões, o símbolo da Porsche. Destacam-se as duas grandes ponteiras de escape, colocadas uma em cada lado, e os esbeltos traços que pormenorizam a zona da bagageira – a bagageira que tem agora uma capacidade de 770 litros, mais 100 do que o modelo antecessor. O volumoso spoiler que encerra o tejadilho reforça a vertente desportiva.

E até o tejadilho foi revisto. Como se fosse «à prensa», o novo Porsche Cayenne tem o tejadilho mais baixo, numa redução em 9 mm, ao estilo de um coupé, o que oferece, na perspetiva de perfil, um design elegante, complementado pelas ampliadas jantes, que podem ir de 19 até ás 21 polegadas. Pela primeira vez, a Porsche dotou o Cayenne de um eixo traseiro direcional e de pneus mistos.

Revisão no chassis

SUV todo-o-terreno, carro de família ou um desportivo? O novo Porsche Cayenne encerra todas estas vertentes. O eixo direcional traseiro assegura uma maior estabilidade e oferece uma condução mais responsiva, contribuindo para isso os pneus mistos. É uma receita aproveitada pelo sistema Porsche 4D Chassis Control, que analisa e otimiza em tempo real o modo de condução. Outra das semelhanças com o Panamera e também com o 911, é o eixo traseiro elétrico direcional, que promete melhorar as prestações do SUV.

Além do sistema Porsche 4D Chassis Control, como equipamento opcional a Porsche oferece o Dynamic Chassis Control (PDCC), que permite a mudança do sistema hidráulico para um sistema elétrico. Para isto ser possível, a Porsche utilizou o sistema elétrico de 48 volts.

De 2040 quilos, o novo Porsche Cayenne viu o seu peso reduzido para os 1985 quilos, numa concepção de uma carroçaria que recorre ao material de alumínio. Até na bateria o fabricante alemão reduziu o peso em menos 10 quilos, integrando para isso, neste componente, uma nova tecnologia – uma bateria de arranque constituída por polímeros de iões de lítio.

Ainda que sem alterar a distância da base dos eixos, fixa nos 2.895 mm, o novo Porsche Cayenne tem mais 63 mm de comprimento, com um total de 4.918 mm. A largura é de 1.983 mm, sem contar com os espelhos.

Mais próximo da essência do 911

Para já, o novo Porsche Cayenne será disponibilizado em duas versões: a Cayenne (base) e a Cayenne S. O Cayenne recorrerá a um motor turbo de 3.0l capaz de debitar 340 cavalos de potência e um binário de 450 Nm. As prestações anunciadas são de uma aceleração de 6,2 segundos dos 0 aos 100 km/h, que pode descer para os 5,9 s com o Pacote Sport Chrono), e de atingir a velocidade máxima de 245 km/h.

Se estes números impressionam relembramos que se trata apenas da versão base. Passando para o Cayenne S, a performance fica a cargo do motor V6 de 2.9 l bi-turbo. Na versão ‘S’ a potência aumenta para os 440 cv e o binário para os 550 Nm, necessitando apenas de 5,2 s para acelerar dos 0 aos 100 km/h e a velocidade máxima é de 265 km/h. Com o pacote Sport Chrono o tempo de aceleração é reduzido para uns estonteantes 4,9 segundos!

A transmissão é proporcionada pela caixa Tiptronic S de oito velocidades, auxiliada pelo sistema de tração integral ativa Porsche Traction Management (PTM), que distribui a força motriz pelos eixos. Para assegurar o devido controlo da potência, a travagem foi reforçada pelo sistema Porsche Surface Coated Brake (PSCB), composto por um travão de aço revestido em carboneto de tungsténio – o que diminui a fricção e o desgaste.

O conforto e o digital

O habitáculo do novo Porsche Cayenne é luxuoso em todas as vertentes. Desde Wi-Fi e do sistema de navegação com informação sobre o trânsito em tempo real, garantido pelo sistema Porsche Connect Plus, ao ecrã tátil de 12,3” full-hd e dos dois mostradores de 7′, também em full-hd, no painel de instrumentos. A tecnologia está bem patente em consonância com o Porsche Advanced Cockpit. Destaque ainda para o volante com botões multifunções, a câmera térmica que permite a assistência em condução noturna, o assistente de manutenção de faixa com reconhecimento de sinais de trânsito, o assistente de tráfego , o Parkassist com visão periférica e o sistema de cruise control adaptivo InnoDrive. O sofisticado interior reveste-se em materiais em pele, detalhado por alumínio e cuidadosamente preparado até ao mais ínfimo detalhe. É um luxo sobre rodas.

O novo Porsche Cayenne chega ao mercado a partir de dia 2 de dezembro e já está disponível para encomenda. Os preços iniciam-se nos 101.460 ascendendo aos 119.454 euros na versão Cayenne S.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.