É preciso recarregar a bateria de qualquer objeto? Não há problema, liga-se à tomada, ou a uma ligação USB. É só usar a eletricidade caseira, não há problema nenhum. Mas, e se fosse possível retirar a energia da natureza, à borla, e sem consequência para o ambiente? Não há “se”, é “como”, e a resposta é a turbina pessoal Waterlily, que usa o ar e a água para gerar energia.

Criada pelos canadianos da Seatronics, a Waterlily foi pensada para ser usada primariamente para ser usada no exterior, onde não há possibilidade de recarregar o telemóvel facilmente. A turbina é leve, compacta e fácil de transportar, com um diâmetro de 18 cm e um peso de 800 g.

Dentro de água corrente, à intensidade mínima, de 0,7 metros por segundo, demora oito horas a recarregar um smartphone e quatro horas e meia a fazer o mesmo a uma GoPro. Com a intensidade de 1 metro por segundo, os tempos são reduzidos para duas horas e meia e uma hora, respetivamente. Ao ar, a intensidade mínima é um vento de 25 km/h, com a mesma velocidade de carga de água corrente a 0,7 m/s. Com um vento de 36 km/h, a intensidade é a mesma de água corrente a 1 m/s. Também pode ser recarregado normalmente em casa, numa tomada USB.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.