Pista: Eis o V8 mais potente de sempre da história da Ferrari

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Dando continuidade a um legado que teve início com o F360 Challenge e que prosseguiu depois com o F430 Scuderia e com o 458 Speciale, a Ferrari revelou aquela que é a versão mais extrema do 488, ao qual é concedido o termo Pista para assinalar a sua vocação mais orientada para as pistas.

Agraciado com um extenso pacote de melhorias aerodinâmicas, que a Ferrari garante terem vindo diretamente dos ensinamentos do Campeonato do Mundo de Endurance (WEC), o 488 Pista tem uma aparência ainda mais agressiva do que o 488 comum, conseguindo, no cômputo geral, aumentar o valor da carga aerodinâmica em 20% face ao modelo de base. Além disso, o peso do 488 Pista baixou em 90 kg para os 1280 kg no total.

Na dianteira, por exemplo, nota para o para-choques bi-partido para melhorar o fluxo do ar (conceito inspirado na F1 com o S-Duct), spolier traseiro superior com passagem aerodinâmica e difusor inferior bastante trabalhado e no qual surgem integradas as duas saídas de escape de grandes dimensões. Além disso, há novas tomadas de ar nas laterais e extratores de ar no para-choques traseiro. Tudo com o intuito de beneficiar as prestações, que é algo que a marca de Maranello não descura.

O motor V8 bi-turbo com 3.9 litros de cilindrada foi ligeiramente modificado para ficar ainda mais potente e eficaz. Assim, a sua potência é agora de 720 CV, sendo também o V8 mais potente de sempre na história da Ferrari. O binário é agora de 770 Nm às 3000 rpm em sétima velocidade, o que é um dado curioso.

Quanto a performances: a aceleração dos zero aos 100 km/h cumpre-se em meros 2,85 segundos, enquanto a progressão dos zero aos 200 km/h cumpre-se agora em 7,6 segundos. A velocidade máxima está cifrada acima dos 340 km/h.

Nota, ainda, para o leque de tecnologias derivadas igualmente do universo da competição e que visam tornar o comportamento do 488 Pista mais excitante. Exemplo disso é o sistema Side-Slip Angle Control 6, que permite controlar ângulos perfeitos de derrapagem em curva, surgindo agora associado ao E-Diff3, F1-Trac, suspensão de ajuste magnetoreológico e uma novidade denominada Ferrari Dynamic Enhancer (FDE), que ajusta de forma automática a pressão das pastilhas do travão nos discos, assim ajustando a precisão dos eixos em curva…

A estreia do Ferrari 488 Pista está agendada para o Salão de Genebra, com início em março.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.