A Marinha americana resolveu um problema que tinha com o design dos seus submarinos. E para isso bastou usar uma ferramenta que é mil vezes mais barata e que pode ser comprada em qualquer megastore ou loja de videojogos. Para isso, substituiu um painel, demasiado complicado de usar, por um controlador de Xbox.

Em 2004, a Marinha começou a substituir o tradicional método de visualização para o exterior, o periscópio, por um conjunto de mastros fotónicos, periscópios digitais que usam sensores para detetar embarcações inimigas no mar. Estes ocupam menos espaço no interior do submarino, podem ser usados por mais do que uma pessoa de cada vez, e facilitam a comunicação com os operadores dos torpedos.

Mas o joystick usado para o controlar não era fácil de utilizar, por ser demasiado pessoa e numa reunião recente com oficiais juniores, as autoridades resolveram fazer uma experiência e, antes de entrar em atividade, substituíram o aparelho dos mastros fotónicos do submarino USS Colorado por um controlador de Xbox, mais leve e algo com que os marinheiros mais jovens estão familiarizados.

Outra vantagem é que cada controlador Xbox é 1000 vezes mais barato que o joystick. Com 71 submarinos ativos, a Marinha podia ter gasto em todos eles um valor que nem chegava para comprar um joystick. O USS Colorado é o primeiro a usar um controlador de Xbox, e se se provar que funciona sempre que é necessário, poderão ser usados em todos os novos submarinos.