FOTO João Pimentel Ferreira CC BY-SA-3.0

Todos os municípios portugueses vão ter postos de carregamento até ao final do ano. Esta é uma das medidas que o Governo criou para cumprir todos os compromissos estabelecidos com a União Europeia para a redução das emissões de carbono, e que passa por facilitar a utilização de automóveis elétricos, seja qual for o ponto do país.

A rede pública vai ter 1600 novos postos de carregamento até ao final do ano, que deverão ficar colocados a uma distância inferior a 60 km do mais próximo. Esta é uma distância que só será importante levar em conta para municípios longe dos grandes centros urbanos, pois nestes haverá uma maior concentração deste tipo de veículos.

No entanto, a expectativa é que estes passem a ser pagos a meio do ano, pois serão explorados por empresas privadas. O preço ainda não está definido mas será inferior ao equivalente energético de um litro de combustíveis fósseis.

Outras medidas anunciadas incluem um incentivo fiscal de 2250 euros na aquisição dos primeiros 1000 automóveis elétricos vendidos em Portugal, a introdução de um incentivo equivalente para motos elétricas, no valor de 400 euros, e a aquisição de uma frota de 127 carros elétricos para a empresa pública Águas de Portugal.