Mercedes-Benz: Esquadrão Classe A e muito mais para 2018

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Ainda com os ecos daquele que é o seu melhor ano de sempre em Portugal, a Mercede-Benz já olha para o ano de 2018 com uma ambição redobrada. A companhia de Estugarda, que terminou o ano de 2017 como a quarta marcas mais vendida e nos ‘calcanhares’ da Volkswagen, prepara uma ofensiva de produto que terá como ponto alto a chegada da nova geração do Classe A, cuja revelação está agendada para o início de fevereiro.

Contudo, o leque de novidades da Mercedes-Benz está longe de se esgotar com o novo Classe A, já que ainda este mês chegam ao mercado os renovados Classe S Coupé e Cabriolet, cada um deles com novidades em termos estéticos e de tecnologia a bordo, reforçando o estatuto de topos de gama desta variante de luxo.

Em fevereiro, a marca terá um novo motor para o Classe E, na forma do 2.0 Diesel de 245 CV que dará origem à versão 300 d. Em março, chega o novo CLS (que pode ver em detalhe na galeria acima disposta), um modelo integralmente novo que reforça os atributos de desportividade das gerações anteriores, ao mesmo tempo reforçado a sua habitabilidade.

Em maio, chegam o Classe A, que no primeiro ano, por constrangimentos de produção, apenas estará disponível com caixa automática, sendo igualmente de notar que este modelo irá estrear o motor 1.4 a gasolina de 163 CV (A 200) desenvolvido pela própria Mercedes-Benz e com o qual a companhia pretende reforçar o peso deste combustível no seu ‘mix’ de vendas. Na mesma gama, a Mercedes-AMG terá agora duas variantes, uma menos potente e outra mais exigente: a primeira será a A 35 AMG com uma potência a rondar os 300 CV enquanto a segunda será a A 45 AMG com uma potência na ordem dos 400 CV.

Por enquanto, apenas se conhecem as imagens do interior do novo Classe A, sendo de realçar a aposta na tecnologia e na aparência desportiva.

Também em maio chega a nova geração do Classe G, SUV de grande robustez e exclusividade que se mantém como uma proposta peculiar de mercado, associando a comodidade e requinte tradicionais da marca com uma premissa de todo-o-terreno que lhe é intrínseca. Este modelo destaca-se, sobretudo, pelo interior mais tecnológico e repleto das mesmas soluções que os demais modelos da marca, como são os casos do Classe E e do Classe S.

Em julho, mais uma novidade importante na forma atualização de meio de ciclo do Classe C, que terá novidades em todas as suas variantes, sobretudo ao nível de motorizações e tecnologia a bordo. No que diz respeito a motores, nota para os incrementos de potência em diversos modelos, destacando-se o C 220 d que passará a debitar 194 CV.

Quanto aos modelos de âmbito mais ecológico, nota para a chegada de uma variante Plug-in Híbrida Diesel para o Classe E, disponível tanto para a carrinha, como para a limousine, que une um motor 2.0 Diesel a uma unidade elétrica para uma potência combinada de 316 CV e emissões de CO2 bastante reduzidas.

Por fim, duas notas importantes para o final do ano: a primeira na forma do mais desportivo AMG GT 4 (nome ainda provisório), sendo um modelo que fará sombra ao Porsche Panamera, tratando-se do primeiro quatro lugares desportivo criado pela própria AMG. A segunda, relevante para o canal de frotas, é o Classe A de três volumes, um modelo que não substitui o CLA, mas que oferece um visual aproximado ao do Classe A. A sua chegada está prevista para o mês de novembro.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.