O que é preciso para os portugueses se fidelizarem a uma marca

Seja para o quotidiano ou apenas para esporádicas viagens, um automóvel ocupa um espaço importante na vida de muitos de nós. Para alguns é mesmo essencial e sem o qual não poderiam fazer a sua vida.

Nesse sentido, quando se pensa em comprar um novo modelo, de todos, no final, só um será o eleito. É aqui que a fidelização a uma marca pode revelar-se de suma importância, já que pode ser um fator decisivo na hora da compra de um novo modelo. Daí que, e segundo o mais recente estudo do Observador Cetelem, apresentamos características que os portugueses revelam ser essenciais para estarem fidelizados ou serem conquistados por uma marca. Conheça-as percorrendo a galeria em cima ou vendo os tópicos em baixo.

André Duarte

Fonte: Observador Cetelem;

Critérios na seleção da amostra: “As análises económicas e de marketing, bem como as previsões para o Observador Cetelem Automóvel 2018 foram realizadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria C-Ways (www.c-ways.com). As entrevistas no terreno foram conduzidas pela Kantar TNS, entre 28 de agosto e 21 de setembro de 2017, na África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Japão, México, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia. No total, foram inquiridos pela CAWI mais de 10.600 proprietários de uma viatura pessoal comprada nova ou usada nos últimos cinco anos. Estes indivíduos, com idades compreendidas entre 18 e 65 anos, foram retirados de uma amostra nacional representativa de cada país. A representatividade da amostra é assegurada pelo método de quotas (sexo, idade).”

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.