A Confederate Motors, construtora de motociclos especiais em série limitada, anunciou o ano passado que ia mudar de nome e recuperar a marca clássica Curtiss, marca que criou motos tipicamente americanas no início do Século XX. Agora, o seu primeiro modelo presta homenagem a esse passado, com a chegada da Curtiss Warhawk, que vai ter direito apenas a 35 unidades, a um preço de 105 mil dólares (85.500 euros).

No coração da Warhawk está a configuração clássica para um motor americano do motos, o V-twin com árvore de cames lateral e duas válvulas por cilindro. Com dois cilindros de grandes dimensões, a cilindrada da Curtiss Warhawk é de 2163 cc, maior que muitos motores de automóvel, aqui gerando 150 cv, mais que suficiente para uma moto deste tipo, podendo acelerar até aos 265 km/h.

Em termos de chassis, a Curtiss criou uma monocoque em alumínio, para manter o peso total do conjunto o mais baixo possível, inferior a 260 kg. O garfo da suspensão dianteira e o braço da suspensão traseira também são de alumínio, e incluem amortecedores Racetech ajustáveis pelo motard, que pode escolher entre alta e baixa velocidade. Os travões contam com dois discos de 230 mm à frente e um de 240 mm atrás, enquanto os pneus Michelin calçam jantes de 18 polegadas de fibra de carbono.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.