Nos anos 90, o Bugatti EB110 era o rei dos supercarros, um dos modelos mais evoluídos tecnologicamente a poder andar na estrada. Mesmo assim, o construtor foi à falência em 1995, até ser adquirida pela VW anos depois. O anterior proprietário ficou com as peças restantes e promete agora trazer o carro de volta, em associação com a Casil Motors, com o nome SP-110 Edonis Felice.

Em 2005, houve uma tentativa de ressuscitar o Bugatti como Edonis, mas nenhum carro foi produzido. Agora, a B. Engineering, que tinha os direitos de produção, encontrou na Casil Motors um investidor, comprometendo-se a construir uma série limitada de 15 unidades, prometendo mais potência e performance, por um preço de 690 mil euros. O novo SP-110 Edonis vai ser produzido nos arredores de Modena, Itália, mas a maior parte dos carros deverão ser vendidos nos Estados Unidos, através da base da Casil Motors em Las Vegas.

O Edonis usa o mesmo chassis de fibra de carbono do Bugatti EB110, com uma carroçaria alongada, mas a linguagem visual dos anos 90 ainda é visível. O motor 3.5 V12 de quatro turbos também é modificado, ampliado para 3,8 litros, enquanto o sistema de sobrealimentação é simplificado, com dois turbos de grande dimensão em vez de quatro, mas é suficiente para aumentar a potência de 720 cv.

A tração às quatro rodas já não está presente, com a caixa de seis velocidades a comandar a potência transmitida às rodas traseiras. A B. Engineering reclama uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 3,4 segundos, enquanto a velocidade máxima foi medida na pista oval de Nardo a 360 km/h.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.