Chase Carey quer mais equipas na Fórmula 1

Os novos regulamentos de motores para 2021, assim como o maior controlo dos custos, têm um objetivo: atrair mais equipas para a Fórmula 1.

Chase Carey apresentou este como o maior objetivo da Liberty Media e acredita que estas mudanças são vitais para atrair novos participantes, mesmo que os atuais, Ferrari, Mercedes e Renault, tenham mostrado o seu desagrado.

“Acho que o mais importante que podemos fazer é ter um modelo de negócios que nos permita ter equipas muito melhores. Hoje, quando falo com algumas das entidades que gostaríamos de ter na F1, ou que pensam em estar no desporto, acabam a dizer: ‘Ou é muito caro, ou se formos mais disciplinados sobre o que gastamos, estaremos a competir na parte de trás da grelha – se essas são as nossas duas escolhas não é tão atraente’. É por isso que estamos a tentar iniciativas de custos controlados e motores que, mesmo assim, ainda terão diferenças nos carros, cada monolugar é único, mas a concorrência é mais equilibrada e a economia é mais previsível. Queremos que este seja um negócio rentável para as equipas, e, obviamente, queremos obter a nossa participação neste aumento lucrativo. Isso torna-se mais saudável para as equipas, e certamente é mais atraente para que entrem novas equipas”, disse Carey.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.