GP Canadá: Vettel vence e lidera campeonato

Sebastian Vettel foi tão rápido nesta corrida que a bandeira de xadrez começou a ser mostrada quase um minuto antes do alemão cortar a meta! O alemão da Ferrari venceu o GP do Canadá, assegurando para a Ferrari o seu primeiro triunfo nesta pista desde 2001.

Com este resultado, Vettel recupera liderança do campeonato, numa corrida que liderou do princípio ao fim. Foi uma vitória perfeitamente dominadora do piloto da Ferrari.

A parte mais ‘animada’ da corrida do alemão, foi quando perguntou “Porque mostraram a bandeira de xadrez se eu ainda estou aqui?” Devido ao erro da FIA, o resultado será o registado no final da 68ª volta.

Bottas aguentou Max Verstappen após o arranque e depois manteve-o toda a restante corrida atrás de si, terminando em segundo. O finlandês ainda chegou a atacar Vettel na fase final da corrida, chegando mesmo a rodar a três segundos, mas cometeu um erro na travagem para a primeira curva e perdeu tempo, atrasando-se, terminando aí a sua tentativa de recuperação.

Com este triunfo, a Ferrari passa a somar três vitórias, mais uma que as restantes equipas das três grandes, a Mercedes e Red Bull, com esta última a colocar Max Verstappen no pódio.

O segundo Red Bull, o de Daniel Ricciardo foi quarto, aproveitando as dificuldades de Lewis Hamilton na fase inicial da corrida, passando-o durante a paragem nas boxes. Hamilton ficou também vulnerável a Kimi Raikkonen, mas este permaneceu muito tempo em pista e quando foi às boxes surgiu novamente atrás de Hamilton.

Atrás das ‘três grandes’, a Renault colocou os seus dois carros em sétimo e oitavo, com Nico Hulkenberg na frente de Carlos Sainz.
Esteban Ocon chegou a estar na frente dos dois Renault, na fase inicial da corrida, mas foi o primeiro a ir às boxes, perdendo a sua posição em pista para os dois Renault. Ainda assim, o francês reaproximou-se e ‘obrigou’ os Renault a aumentar o ritmo, para que Sainz não ficasse à mercê do ‘DRS’ de Ocon.

O décimo lugar foi para Charles Leclerc, que herdou a posição quando Fernando Alonso desistiu com problemas mecânicos no McLaren.

Os restantes abandonos foram de Brendon Hartley e Lance Stroll, que bateram na volta inicial. Stroll ‘apertou’ Hartley e o acidente foi inevitável. Hartley teve que ir para os hospital por precaução. O seu colega de equipa, Pierre Gasly foi 11º, terminando na frente do Haas de Romain Grosjean e do Force India de Sergio Perez, que cometeu um erro na curva um, perdendo várias posições.

Com estes resultados, Vettel ascende novamente à liderança do campeoanto, e tem um ponto de avanço para Lewis Hamilton. O terceiro classificado, Valtteri Bottas, está 34 pontos mais atrás, com o finlandês a recuperar o terceiro lugar do campeonato a Daniel Riccardo.

A Ferrari recuperou cinco pontos à Mercedes e dista agora 17 dos alemães. Na luta pelo quarto lugar, a Renault fugiu da McLaren, que já não pontua à dois Grandes Prémios.