Descontente com a Porsche, destrói entrada de concessionário

Como mostrar desagrado à marca com o seu carro? Entrar pelo concessionário à força, destruindo as portas. Foi o que fez um cliente em Taiwan.

Se estiver descontente com a marca do seu automóvel, não faça como Chu, cliente da Porsche em Taiwan, que destruiu a entrada de um concessionário do fabricante de Estugarda. O homem de 42 anos comprou um Panamera Sport Turismo em janeiro do ano passado e, devido à falta de um extra, teve esta violenta reação.

a carregar vídeo

Após o deposito feito em janeiro de 2.23 milhões de dólares taiwaneses, cerca de 63 mil euros, Chu pagou um valor total, já com extras contemplados, de 7.46 milhões de dólares taiwaneses. Uma quantia próxima de 210 mil euros. Um desses opcionais adquiridos, o sistema 4D chassis control, que integra o eixo traseiro direccional, acabou por não constar no Panamera de Chu, escreve o Taiwan News. O homem solicitou o reembolso.

Apesar de alegadamente o concessionário ter entrado em contacto com Chu, o taiwanês não foi de modas: conduziu um Cayenne contra as portas das instalações e destruiu ainda a receção. E não se fica por aqui a história.

De acordo com o Daily Mail, Chu transportava dentro do Porsche Cayenne uma picareta, sugerindo que o homem se preparava para fazer algo ainda mais drástico. Posteriormente a ser detido, Chu mostrou-se arrependido e disse que colidiu com as portas do concessionário para evitar um choque com outra viatura que passou um sinal vermelho. As câmaras de video-vigilância desmentem. O mesmo meio refere que Chu tem antecedentes criminais, incluindo fraude e roubo.

Fotografias © Asia Wire

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.