Grupo Volkswagen alcança recorde mundial

Nunca os germânicos tinham vendido tantos automóveis num ano, alcançando agora um total de 10,74 milhões de unidades transacionadas. Com a VW, a Skoda e a Seat a darem grande contribuição para o novo recorde de vendas do Grupo VW, referência também para o facto da Ásia-Pacífico, especialmente devido à influência da China, ser a região que apresenta o maior volume de viaturas transacionadas pelo consórcio.

“Estamos agradecidos aos nossos clientes pela confiança. Vamos continuar a fazer tudo para ir de encontro e exceder as expetativas dos nossos clientes em todo o mundo”. Foi com esta expressão que o CEO do Grupo VW, Matthias Mueller, comentou o novo recorde de vendas do consórcio germânico a nível mundial, atingido com um total de 10,74 milhões de viaturas entregues (confirmando as informações já anteriormente avançadas). Este volume total representa um crescimento de 4,3% na performance comercial ao longo de 2017, sendo de destacar a evolução positiva que foi registada em dezembro, com um aumento de 8,5% comparativamente ao período homólogo.

 

Neste gigantesco consórcio de doze marcas (onde para estes resultados a Lamborghini, Bentley e Bugatti não têm expressividade pelos baixos volumes e não pode ser incluída, obviamente, a Ducatti) existiram alguns emblemas que tiveram um registo acima da média. Entre os que mais contribuíram para o novo recorde de vendas do Grupo VW estão a própria marca Volkswagen, que aumentou 4,2% para 6,23 milhões de viaturas transacionadas, a subida de 6,6% da Skoda para 1,2 milhões de unidades, e o salto de 14,6% na Seat, para 468400 carros transacionados. Entre os ligeiros de passageiros também a Audi (+0,6%; 1,87M) e a Porsche (+3,6%; 246400) dão um importante contributo. Destaque também para os veículos destinados ao sector profissional, com os comerciais VW a evoluir 4,2% para um total de 497900 viaturas entregues e os pesados da MAN e a Scania a crescerem 11,6% comparativamente ao ano anterior, atingindo vendas que são, respetivamente, de 114100 e de 102000 unidades.

Também é preciso destacar que o gigantesco consórcio está a crescer em todas as regiões mais expressivas. Na Europa foram entregues mais 3,3% de viaturas (4,32 milhões de carros), na América do Norte os registos cresceram 4% (976400 veículos) e na América do Sul as estatísticas terminam com mais 23,7% (521600 viaturas). Mas a zona do globo que mais contribui para o novo recorde de vendas do Grupo VW é a Ásia-Pacífico, que aumentou 4,3% para os 4,5 milhões de automóveis comercializados. Destaque aqui para a China, pois o total de 4,18 milhões de clientes que escolheram as marcas do consórcio em 2017 significa que só neste país são vendidos quase tantos automóveis do Grupo Volkswagen como em toda a Europa.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.