Nomes de carros usados no esquema de corrupção da FIFA

Os responsáveis pelos subornos na organização que lidera o futebol mundial utilizavam nomes de marcas para esconder a identidade dos Presidentes de federações que recebiam ilegalmente verbas pelos seus votos

A FIFA tem estado envolvida num imenso escândalo relacionado com a organização dos campeonatos mundiais de futebol, decorrendo nesta altura um processo em solo americano onde são acusados vários ex-Presidentes de Federações de Futebol sul-americanas. Segundo as informações mais recentes, a forma utilizada para esconder a identidade de vários destes dirigentes que, alegadamente, receberam dinheiro para ajudar a levar o Mundial de 2022 para o Qatar, foi mudar o nome deles pelo de marcas automóveis.

Segundo é referido, ‘Honda’ era a forma utilizada para referir o antigo líder da Federação do Paraguai, Juan Angel Napout. Já quando era dito Fiat, o receptor do suborno seria o Presidente da federação peruana, Manuel Burga. Também o homem que dirigia os destinos do futebol na Venezuela, Rafael Esquivel, estaria envolvido, sendo conhecido como “Benz”. Sem dúvida uma curiosa forma de esconder o envolvimento de altos dirigentes neste caso que, como já referido, procura avaliar a possibilidade de terem existido ilegalidades na escolha do Qatar como sede para o Mundial de Futebol de 2022.

Fonte: Autoblog

(foto meramente ilustrativa)