Tesla Roadster vai hoje ao espaço (c/vídeo)

a carregar vídeo

A SpaceX vai lançar hoje o Falcon Heavy, um conjunto de três foguetões, e a bordo levará um Tesla Roadster. Após algumas tentativas sem sucesso, Elon Musk espera que seja desta que um dos mais potentes foguetões alguma vez projetado descole com êxito.

Esta terça feira a partir de Florida, entre as 13h30 locais (18h30 em Portugal) e as 16h00 (21h00), Elon Musk espera fazer história, numa emissão que pode acompanhar aqui. A SpaceX, uma das suas empresas, vai lançar o Falcon Heavy, um conjunto de três foguetões com 70 metros de altura com a capacidade para transportar mais de 66 toneladas. A finalidade é provar que o Falcon Heavy consegue transportar carga para o espaço… e, nesta missão, a bagagem será um Tesla Roadster vermelho. O descapotável ficará a cintilar numa órbita próxima de Marte, se tudo correr como o planeado.

Está tudo pronto para a missão. O último teste antes do lançamento marcado para hoje foi executado no dia 24 de janeiro, servindo para a SpaceX conferir o apropriado funcionamento da ignição dos 27 motores do Falcon Heavy. O conjunto dos foguetões será projetado para o espaço a uma velocidade de 11 quilómetros por segundo (um pouco mais rápido do que aceleração do Tesla Roadster que transporta).

Starman in Red Roadster

Uma publicação partilhada por Elon Musk (@elonmusk) a

Ainda assim, Elon Musk está ciente dos riscos da missão e sublinha a hipótese de o Falcon Heavy, que custou cerca de 73 milhões de euros a produzir, não cumprir o objetivo. A SpaceX concebeu o conjunto de modo a ser reutilizável, esperando que, caso a missão se conclua com sucesso, o Falcon Heavy volte à Terra após o lançamento. De realçar que este ambicioso projeto é um dos mais aguardados desde as missões Apollo, entre 1961 e 1972, que levaram o homem para a lua.

Se correr bem, portanto, inscreve-se um capítulo de sucesso na engenharia aeroespacial, abrem-se novos horizontes na exploração espacial, mas sacrifica-se um Tesla Roadster. Se correr mal, ainda não é desta que a SpaceX entra na história pelo sucesso desta missão, sacrifica-se o Falcon Heavy, uma criação de 73 milhões de euros e provavelmente também o descapotável. O sucesso requer sacrifícios e aguardamos ansiosamente pelo desfecho desta aventura…