Os proprietários de automóveis elétricos já estão habituados aos tempos de espera necessários para recarregar uma bateria, tanto que até já existe uma piada recorrente sobre “porem aí uma bicicleta de pedais para ajudar a carregar mais depressa. Até dá para fazer exercício”. Mas a piada está bem perto de se tornar realidade, pois a Toyota registou uma patente nos Estados Unidos onde propõe exatamente isso: colocar pedais no interior do automóvel para os utilizadores carregarem a bateria de um carro elétrico enquanto pedalam.

A ideia da Toyota é colocar estes pedais no habitáculo de automóveis autónomos, que façam parte de uma frota de veículos partilhados. O objetivo não é tanto manter a bateria carregada, mas sim reduzir o consumo energético e contribuir para a redução do custo da viagem. Como os passageiros representam peso adicional e consequente aumento do consumo, podem ser contribuir para se pagarem a si próprios. Mas a energia gerada por estar a pedalar não deve ser uma quantidade significativa.

Ainda não se sabe se haverá grande interesse na aplicação prática desta ideia. Se os passageiros quisessem pedalar, se a viagem for curta, será preferível viajar de bicicleta. Fazer uma viagem num carro partilhado implica ter algum nível de conforto, pois reduzir o custo com exercício físico parece o mesmo que diminuir o preço da refeição num restaurante oferecendo-se para lavar os pratos. São estes pequenos pormenores por que as pessoas estão dispostas a pagar mais alguns cêntimos. Talvez seja preferível oferecer este extra em automóveis não partilhados. Afinal, é preferível fazer algum exercício em casa, quando o carro está parado a recarregar.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.