Audi pretende criar tejadilho solar

A Audi e a Alta Devices, uma subsidiária da Hanergy, uma empresa chinesa especializada em células solares, estabeleceram uma parceria com o objectivo de aumentar a autonomia de veículos eléctricos. A construção do primeiro protótipo está prevista para final de 2017.

A primeira fase consiste em integrar finas células solares da Alta Devices nos vidros de tejadilhos panorâmicos de veículos. No futuro, está previsto que toda a área do tejadilho esteja coberta de células. A electricidade gerada fornecerá energia ao sistema eléctrico do veículo e poderá ser utilizada no funcionamento do ar-condicionado ou no aquecimento dos bancos, gerando um ganho em eficiência que consequentemente terá um impacto positivo na autonomia de um veículo eléctrico.

“A autonomia de um automóvel eléctrico é uma variável decisiva na escolha do consumidor. Com a Hanergy, pretendemos instalar tecnologia solar inovadora nos nossos futuros veículos eléctricos, de forma a melhorar a sua autonomia e sustentabilidade,” Afirmou Dr. Bernd Martens, membro do Conselho de Gestão e Procurement da Audi.

Numa fase mais avançada, energia solar poderá ser usada para carregar directamente a bateria de tracção. “Isso representaria um marco histórico no mobilidade sustentável ausente de emissões,” continuou Martens.

Electricidade será gerada de forma ecológica e sustentável através de inovadores células solares. Elas demonstram uma eficiência superior a 25%, são finas e flexíveis. Adicionalmente, demonstram um bom desempenho em condições de luminosidade reduzida e temperaturas elevadas. As células solares são produzidas pela Alta Devices na California, EUA.

Dr. Ding Jian, CEO da Alta Devices, afirmou: “A parceria com a Audi é a primeira vez que a Alta Devices coopera com uma marca automóvel premium. Ao combinar a tecnologia solar inovadora da Alta Devices com a ambição da Audi no desenvolvimento de mobilidade sustentável, criaremos o automóvel solar do futuro”.