Operação ‘Hermes’ começa hoje

A Guarda Nacional Republicana anuncia operações de patrulhamento sobretudo na zona sul do país com a Operação Hermes, que tem como objetivo assegurar maior segurança nas estradas a todos os que vão deslocar-se para as suas férias.

A GNR anunciou que a partir de amanhã, dia 30 de junho, e até dia 2 de julho, vai intensificar as acções de patrulhamento nas estradas portuguesas. A “Operação Hermes” pretende assegurar que os utilizadores das vias rodoviárias de norte a sul do país circulam em segurança para os locais onde vão passar férias. O acompanhamento da GNR será direccionado sobretudo para a zona sul do país, local de eleição dos portugueses para passar o período de descanso durante o Verão. Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana esclareceu ainda que apesar de esta ser uma acção preventiva, os militares da GNR vão estar atentos a comportamentos de risco que coloquem em causa a segurança rodoviária.

A “Operação Hermes” é composta por seis fases, sendo reforçada em períodos de maior afluência rodoviária:

· 1.ª Fase – 30 de junho a 2 de julho;

· 2.ª Fase – 14 a 16 de julho;

· 3.ª Fase – 28 a 30 de julho;

· 4.ª Fase – 11 a 13 de agosto;

· 5.ª Fase – 25 a 27 de agosto;

· 6.ª Fase – 1 a 3 de setembro

A Guarda Nacional Republicana explicou ainda quais vão os principais focos de fiscalização durante a Operação Hermes, que vai ter especial atenção às questões que mais impacto têm nas estatísticas da segurança rodoviária. Saiba os comportamentos de risco que estão na mira da GNR.

· Condução sem habilitação legal;

· Condução sob o efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas;

· Excesso de velocidade;

· Incorreta ou não utilização do cinto de segurança e/ou sistemas de retenção de crianças;

· Utilização indevida do telemóvel;

· Manobras perigosas de ultrapassagem, mudança de direção, inversão do sentido da marcha, cedência de passagem, distância de segurança e circulação na via mais à direita.