Este Porsche trocou o flat-six por baterias da Tesla

a carregar vídeo

As modificações no mundo automóvel existem, bom, desde que este foi criado. Foi essa cultura de inovação que permitiu desenvolver a indústria e conduzi-la ao estado de permanente ebulição em que ela se encontra hoje, mas nada seria possível sem que alguns visionários se aventurassem a experimentar conceitos, no mínimo, pouco convencionais. O caso deste Porsche 911 SC Targa, que deixou para trás o seis em linha de 3.0 litros montado em 1979 por dois motores elétricos e um pacote de baterias oriundo de um Tesla Roadster.

Leia também: O novo Porsche Panamera Sport Turismo em vídeo

Para melhor arrumação e distribuição do peso, metade das baterias foram colocadas à frente, no compartimento para a bagagens, o que tornou obsoleta esta sua função. Mas os rapazes da “Electric Classic Cars” conseguiram criar uma espécie de prateleira na traseira, no lugar onde residia o motor de combustão.

Richard Morgan, responsável pela sua construção, reitera que este 911 elétrico consegue percorrer 200 milhas (cerca de 320 km) com um único carregamento e acelerar rumo aos 100 km/h em meros 5,6 segundos — um segundo mais rápido do que a versão original a gasolina. Ou seja, enquanto o som do motor de seis cilindros pode ter desaparecido, o seu desempenho mantém-se bem vivo.

Fique com o vídeo que explica todo o projeto.