Um Ford GT para celebrar Le Mans

O ‘timing’ para construção do novo Ford GT serviu dois propósitos. Por um lado, dar à marca da oval azul um super desportivo que pudesse combater com os rivais da McLaren, Porsche, Chevrolet (Corvette) ou Mercedes. Depois, recuperar a história fabulosa da insígnia e do modelo nas 24 Horas de Le Mans, lançando-o a tempo (ou melhor, homologando-o, já que a versão de competição ineditamente saiu primeiro do que a variante de estrada) da edição que assinalava o 50º aniversário da primeira vitória, em 1966. Resultado? Novo triunfo, a forma de comemorar na perfeição a efeméride.