As chatices com os telemóveis ficarem sem energia e com o ter que levar um carregar atrás podem estar perto do fim. Um grupo de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, conseguiu criar um protótipo para um aparelho que tem as funções de um telemóvel normal, alimentado apenas por ondas de rádio e energia ambiente.

De acordo com os engenheiros envolvidos no projeto, este telemóvel funciona apenas com alguns microwatts de energia por chamada. O telemóvel é capaz de reconhecer voz, ligar os fones e fazer comunicações de entrada e de saída em tempo real. Ao retirar energia do ambiente, consegue trabalhar quase indefinidamente, a uma distância máxima de 15 metros da antena mais próxima.

O telemóvel sem bateria pode ser construído usando componentes disponíveis em qualquer loja de material elétrico. Pode fazer chamadas para qualquer rede, inclusive trabalhando dentro do software Skype. O que ainda não deve ser possível é fazer outras coisas que nos habituámos a ter nos smartphones. Mas o princípio básico, fazer chamadas, já lá está. E no fundo é o que interessa mais.