Audi A5 Sportback: Revolução bem escondida

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

Olhe-se para além do óbvio e o novo Audi A5 Sportback é uma evolução significativa em relação ao modelo que o antecedeu. Se o formato exterior pode enganar, o facto é que quase tudo mudou neste novo Sportback, que se assume mais ágil e dinâmico. 

Integrado numa gama de importância em crescendo, como atestam os cerca de 6.000 exemplares vendidos em Portugal desde o lançamento da geração precedente em 2007, a variante Sportback contou com cerca de 3.900 unidades vendidas desde que se estreou em 2009.

Hoje, porém, a gama deste modelo Premium está mais abrangente e mais dinâmica, ao mesmo tempo com uma aposta forte na eficiência. Mas, começando pelo inevitável, o novo Audi A5 Sportback tem um visual que, tal como o algodão, não engana. O novo modelo da marca de Ingosltadt aprimorou as linhas, como por exemplo a grelha (com formatos distintos) e os faróis, e renovou mais profundamente o interior, mas não se afasta daquela já tradicional filosofia estética que caracteriza a marca geração após geração.

A Audi recorre à terminologia coupé de cinco portas com “design elegante e emocional com elevada funcionalidade” e, verdade seja enaltecida, não se lhe consegue apontar o contrário.

No interior, melhorou-se a ergonomia e a qualidade dos materiais, sendo de notar também o aumento do espaço a bordo, sobretudo nos lugares posteriores, com os ocupantes dos bancos traseiros a beneficiarem de 24 mm a mais no espaço para as pernas. A bagageira do A5 Sportback varia entre os 480 litros e os 1.300 litros com o rebatimento dos encostos atrás. Pormenor de destaque para o habitáculo é a iluminação ambiente com 3 cores distintas.

Técnica reformulada

A área técnica foi seriamente evoluída, com este modelo a receber uma suspensão revista e melhorada, que se reflete em carácter dinâmico mais apurado, o que realmente se sente em condução, fruto de uma redução de peso da carroçaria que varia até aos 85 kg, dependendo da versão, comparativamente ao modelo anterior. Para tal, muito contribui a nova construção, o recurso a alumínio para os painéis da carroçaria e, também, reduções no peso das caixas de velocidades, que são todas novas com exceção da Tiptronic, que deriva da geração precedente.

Em termos de ligações ao solo, muito do carácter desportivo do A5 Sportback é definido pelo acerto das suspensões. Com uma distância entre eixos de 2.824 mm, este modelo recorre a uma suspensão dianteira de cinco braços redesenhada, enquanto atrás existe uma nova de cinco braços, que consegue ser 5 kg mais leve do que a solução anterior.

Desta forma, beneficia a dinâmica e a segurança de reações, mas também a eficiência geral. A este respeito, a Audi garante que o novo A5 Sportback apresenta uma gama de motores 17% mais potente e 22% mais poupada em termos de consumos. Por outro lado, o controlo de amortecimento opcional permite variar o estilo de condução e a nova direção eletromecânica contribui para maior precisão e ligeireza (menos 3,5 kg). O controlo dinâmico de direção é um dos opcionais, mas aquilo com que todos os clientes da marca poderão contar é com o Drive Select no leque de equipamento de série.

O novo A5 sportback recorre a materiais muito mais leves para acentuar a dinâmica.

Grande foco é dado também à evolução do sistema de multimédia MMI de nova geração, com novos comandos, além do já conhecido sistema Audi Virtual Cockpit, também fazer a sua presença neste A5 Sportback. O head-up display, que projeta as principais informações de condução à frente do condutor, também pode ser encomendado, evitando que os olhos se desviem assim da estrada.

Motores mais eficientes

No capítulo dos motores, a Audi terá nesta fase de lançamento cinco opções, divididas por dois TFSI e três TDI com potências que vão dos 190 CV aos 286 CV. A gasolina, a marca aposta no 2.0 TFSI de 252 CV e 370 Nm de binário e no 3.0 TFSI de 354 CV e de 500 Nm de binário (para o mais desportivo S5 Sportback), sendo na oferta Diesel que estará centrada uma grande parte do potencial comercial do novo A5 Sportback, em especial com versão 2.0 TDI de 190 CV, que volta a mostrar competência e rapidez nas respostas em qualquer tipo de utilização. As variantes 3.0 TDI de 286 CV completam o leque de opções, estando estas unicamente disponíveis com caixa Tiptronic de oito velocidades (também escolha única para o motor do S5 Sportback).

As novas caixas manual de seis velocidades ou S tronic de sete velocidades podem ser associadas a motores de quatro cilindros com tração dianteira ou integral quattro, havendo neste último caso como opcional um diferencial autoblocante traseiro desportivo. O sistema quattro com diferencial central autoblocante é proposto em todas as variantes com S tronic ou Tiptronic.

Curto teste

Na apresentação nacional do A5 Sportback, houve oportunidade para um breve contacto com este novo modelo em versão 2.0 TDI de 190 CV com caixa automática S tronic de sete velocidades. Na volta que não durou muito mais do que meia hora destacou-se, contudo, a eficácia dinâmica, com direção bastante precisa e chassis ágil que mostrou grande agilidade em curva, a par de mecânica sempre presente. As respostas mostram-se rápidas e o A5 Sportback exibe registo de enorme rapidez.

Tecnologia em evolução contínua…

A vertente tecnológica é uma forte aposta da nova geração de produtos Audi, preparando os conceitos de conectividade e interação com vista à chegada de funcionalidades de condução autónoma para o futuro. No caso do A5 Sportback, pode contar com o opcional sistema de topo MMI Navigation Plus com MMI Touch e ecrã de 8.3 polegadas com Audi Connect e três anos de licença gratuita, cartão SIM do Audi Connect com roaming sem custo associado, Audi ‘Connect Safety & Service’, que fornece assistência online na estrada, chamada de emergência e solicitação de serviços remotamente via Audi Connect. O carregamento de smartphones sem fios e tablet traseiro são outros dos elementos em opção no novo A5.

O Audi Connect baseia-se num novo chip Tegra 30 e no sistema disponível neste modelo pode já oferecer funcionalidades como a de informação de combustível de custo mais baixo nas redondezas ou de horários de voos. Café é que ainda não traz.

Quanto a sistemas de assistência, a travagem de emergência pode evitar acidentes em velocidades até aos 40 km/h, parando completamente o veículo (acima disso, pode apenas reduzir a velocidade, mitigando o impacto do acidente), destacando-se também o Assistente Traseiro de Tráfego Cruzado (importante nas manobras de marca-atrás) e o Audi Pre Sense City de série. Relevo, também, para o Exit Warning, que ajuda o passageiro a evitar incidentes ao abrir a porta, emitindo um aviso caso se aproxime algum veículo ou peão pelo lado em que a porta vai abrir.

Preços: 2.0 TDI em destaque

Nesta primeira fase de lançamento, a gama do novo Audi A5 Sportback tem como modelo de entrada o 2.0 TDI de 190 CV por 47.760 euros, na versão de base e com caixa manual de seis velocidades. Depois, a versão com caixa S tronic passa para os 50.210 euros, a que pode ainda juntar-se a tração quattro para um valor do conjunto na ordem dos 53.710 euros.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.