Byton desvenda o SUV elétrico vindo da China

A estreia da start-up chinesa Byton no Consumer Electronics Show (CES) ficou marcada pela revelação do protótipo SUV elétrico.

Os chineses da Byton viajaram até Las Vegas para desvendar o seu protótipo SUV elétrico, no CES. O modelo estará preparado para receber a tecnologia necessária à condução autónoma de nível 4 e terá uma autonomia de cerca de 400 km por carregamento.

A estas especificações acrescem as duas possibilidades de motorização: um propulsor elétrico capaz de debitar 272cv de potência e de alcançar os 400 Nm de binário, de tração traseira, ou uma versão de dois motores, com uma potência combinada de 477cv e um binário que ascende aos 710 NM. Esta configuração é de tração às quatro rodas.

As baterias modulares de iões de lítio permitem uma autonomia de 400 km, ainda que a Byton ressalve que um upgrade poderá aumentar estes números para os 520 km. Carsten Breitfeld, CEO da Byton e antigo responsável da BMW, sublinha que o primeiro Byton “é, na verdade, um espaço digital de alta tecnologia”. E o interior do SUV confirma esta descrição.

Este protótipo da Byton incorpora um amplo visor de 49’’ que poderá ser controlado por toque, voz ou gestos. Ao condutor reserva-se um touchscreen adicional colocado no centro do volante. A informação apresentada nos mostradores poderá ser limitada dependendo do modo de condução – se autónomo ou se conduzido por um humano.

O protótipo SUV tem 4850mm de comprimento, 1940mm de largura e 1650mm de altura. As jantes são de 22’’ e as óticas em LED revestem-se no que a marca designa por ‘Smart Surface’.

A condução autónoma e a tecnologia neste negócio da China

No que respeita à tecnologia, juntam-se ainda outros pormenores interessantes. Dispensando puxadores nas portas, o concept está preparado para reconhecer os condutores e os passageiros, permitindo o acesso ao veículo – uma capacidade assente em sensores de reconhecimento facial. Igualmente suprimidos foram os espelhos retrovisores, substituídos por câmaras..

Os bancos, inclusivamente, poderão adaptar-se mediante os utilizadores, identificando-os também através de um sensor e ajustando-se automaticamente às suas preferências. O carro será conectável a dispositivos como smartphones e smartwatches e a arquitetura foi desenhada para ser compatível com a transmissão de dados 5G.

Segundo a marca, o Byton SUV elétrico estará equipado com tecnologia de condução autónoma de nível 3, o que significa que o veículo pode conduzir-se sózinho em certas situações, sob a supervisão humana. A Byton prepara a possibilidade para a adaptação à condução autónoma de nível 4 – que já dispensa o controlo humano em alguns cenários de condução.

Atendendo às especificações, o preço tenderia a ser consideravelmente alto. No entanto, já disponível para reservas, os preços do SUV elétrico da Byton começam nos 45,000 dólares, cerca de 37.398 euros. A Byton prevê começar a produção do modelo em 2019. Um concorrente para a Tesla, que está em vantagem na condução autónoma…

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.