A Nissan está a preparar-se para um futuro em que os automóveis vão ser elétricos e autónomos. Os carros autónomos vão comunicar uns com os outros para evitar acidentes, mas os peões vão continuar a ser um elemento imprevisível no tráfego. Pior ainda, vão ter a tendência para estar distraídos com os telemóveis, e os carros elétricos vão ser silenciosos, pelo que os peões não vão notar a sua aproximação.

Para avisar os peões, e para não interromper o novo silêncio das cidades com uma inestética buzina, a Nissan está a desenvolver um sistema denominado Canto, que vai permitir aos automóveis cantar para avisar os peões da sua aproximação. Vai ser um som forte, mas também melodioso, que os responsáveis da marca esperam que ajude o público a identificar que vem aí um Nissan.

O som do Canto vai variar em tom e intensidade conforme a velocidade e direção do veículo, e deverá ativar-se a partir do 20 ou 30 km/h, dependendo da localização. Com o Canto, a Nissan pretende contribuir para uma maior segurança na mobilidade urbana do futuro, ao mesmo tempo que contribui para uma melhor qualidade do ambiente das cidades, onde o ruído contribui para o stresse geral da população.