Novo Ford Fiesta ST: Com três cilindros apenas se obtêm 200 CV de potência

Pedro Junceiro
Pedro Junceiro
Editor Conteúdos

A evolução da tecnologia dos motores de combustão interna está longe de estar esgotada, como mostra a Ford com o seu recém-apresentado motor 1.5 EcoBoost de três cilindros com 200 CV de potência e 290 Nm de binário para o Fiesta ST.

A estreia deste motor será feita no próximo Salão de Genebra, no início de março, providenciando assim prestações desportivas para aquele utilitário, que irá acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 6,7 segundos.

A terceira geração do Fiesta ST será o primeiro modelo da Ford Performance a dispor de um motor de três cilindros, sendo também o primeiro Fiesta ST com Modos de Condução selecionáveis, que permitem configurar o motor, a direção e os controlos de estabilidades nas definições “Normal”, “Sport” e “Track”, para proporcionar uma experiência de prazer de condução totalmente otimizada, variando entre as auto-estradas e os track days.

Os Modos de Condução também atuam sobre a tecnologia Electronic Sound Enhancement (ESE) do Fiesta ST e a válvula de escape ativa de controlo de ruído. Estas tecnologias amplificam o ruído naturalmente desportivo do novo motor EcoBoost de 1.5 litros, o qual também apresenta o primeiro – e inédito na indústria – sistema da Ford de desativação de cilindro num bloco tricilíndrico, contribuindo decisivamente para a redução das emissões de CO2 para uns estimados 114 g/km.

Com lançamento agendado para o início de 2018, nas versões de três e cinco portas, a nova geração Fiesta ST será proposta numa variedade de acabamentos interiores e opções de personalização nunca antes disponível, oferecendo um estilo exterior ousado e distinto, no qual se inclui uma grelha dianteira inspirada na competição e jantes exclusivas de 18 polegadas.

A ‘magia’ por trás do 1.5 EcoBoost

Integrado na nova gama de motores a gasolina EcoBoost, onde se inclui o multi-premiado bloco EcoBoost 1.0, o novo motor de 1.5 litros recorre a tecnologias como turbocompressor, injeção de alta pressão e Duplo Controlo Variável de Abertura de Válvulas de forma a oferecer uma potência otimizada e baixos consumos de combustível. Uma nova combinação de tecnologia de condutas de admissão com injeção direta de combustível contribui para maiores doses de potência e resposta, juntamente com baixas emissões de CO2, e ainda menores consumos em situações de baixa carga no motor.

A nova tecnologia Ford de desativação de cilindros corta automaticamente a alimentação de combustível e o funcionamento das válvulas num dos cilindros do motor, em condições onde não seja necessária toda a capacidade, como é o caso da condução em desaceleração ou em velocidades de cruzeiro. Esta tecnologia permite desativar ou reativar um cilindro em apenas 14 milissegundos – 20 vezes mais rápido que um piscar de olhos – de modo a oferecer o melhor rendimento em função das necessidades e sem quaisquer dificuldades.

Outra estreia importante incide sobre os modos de condução selecionáveis, que permite aos condutores otimizar a experiência de condução em função dos diversos cenários do dia-a-dia, seja quando levam as crianças à escola ou conduzem num circuito. A este respeito, conta com um modo Sport para resposta mais apurada do acelerador e assistência elétrica da direção configurada de forma diferente, mas é o novo modo Track que todas as funcionalidades e características dinâmicas do carro são ajustadas para obter os melhores tempos possíveis em cada volta ao circuito. Assim, o controlo de tração é desativado e as intervenções do ESC são configuradas para uma maior tolerância na condução agressiva em pista.

A agilidade e resposta do chassis preparado pela Ford Performance é apoiada pela tecnologia de Controlo de Vetotrização do Binário, melhorando-se o comportamento em estrada e reduzindo-se a tendência para a subviragem em curva, com a aplicação da travagem na roda de dentro dianteira. Os três modos de funcionamento do ESC permitem ao condutor escolher entre: total intervenção do sistema; modo de intervenção moderada (mais tolerante); e total desativação do sistema.

A nova geração Fiesta ST oferece mais opções de personalização do que nunca. Os clientes poderão optar entre uma ampla gama de revestimentos para o comando da caixa, volante, puxadores das portas e inserções decorativas no tablier, bem como escolher entre vários packs estéticos.

O interior ergonómico do Fiesta ST conta com bancos desportivos Recaro e volante cortado (plano na parte inferior). As opções de cores exteriores incluem a nova cor Liquid Blue. O Fiesta ST conta também com jantes de liga leve exclusivas de 18 polegadas.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.