Fórmula 1: McLaren e Force India querem Haas F1 investigada

Segundo o Motorsport, a Force India e a McLaren querem ver a parceria técnica da Haas F1 com a Ferrari investigada, depois da equipa norte americana ter confirmado em Melbourne o que já tinha mostrado nos testes. Se em Barcelona, como todos sabemos, as prestações podem ser mascaradas de diversas formas, já em Melbourne foi tudo perfeitamente às claras, e a Haas F1 deu mesmo um enorme salto de performance face a 2017.

Assegurou a terceira linha da grelha, na corrida, os seus carros eram quartos e quintos classificados antes dos erros que os ‘tramaram’ e que levaram Kevin Magnussen e Romain Grosjean ao abandono.

Como se sabe, a parceria da Haas F1 com a Ferrari inclui também a utilização por parte da Dallara, parceira da Haas no chassis, de utilizar o túnel de vento, mas os regulamentos desportivos proíbem a troca ou envio de informação relativas a peças que supostamente são fabricadas pela própria equipa. Por outras palavras, a Ferrari não pode dizer à Haas como fazer isto ou aquilo.

Para Otmar Szafnauer, Chefe de engenharia na Force India: “Não sei como eles fizeram, é mágico. Nunca foi feito na F1. Não sei como alguém que está no desporto há um par de anos, sem recursos, consegue produzir um carro daqueles. Será magia? Se for eu quero uma varinha dessas” disse, ao Motorsport.