McLaren teve o “melhor dia de testes do ano” no Bahrein

Stoffel Vandoorne descreveu a conclusão dos testes de F1 no Bahrein como o seu “melhor dia da época até agora”, depois de uma jornada em que o McLaren-Honda não deu problemas, contrariamente ao que tinha sucedido na corrida do fim de semana e na primeira jornada destes ensaios, onde se voltaram a repetir problemas no MCL32.

As dificuldades sentidas no Grande Prémio do Bahrein ficaram-se a dever a uma fuga água no MGU-H do motor Honda devido a dificuldades na pressão de água durante a volta de formação da grelha de partida. No primeiro dia de testes mais problemas surgiram, desta feita com uma fuga no ERS e Oliver Turvey pouco pôde rodar. Contudo na segunda jornada Vandoorne teve mais sorte e conseguiu completar 81 voltas terminando com o quarto melhor tempo. “Provavelmente foi o meu melhor dia da época até agora. Foi a primeira vez que consegui ter um dia sem grandes problemas, onde podemos cumprir o programa estipulado”, referiu o belga.

Vandoorne destaca o facto que sem ser apoquentado por grandes problemas foi possível não apenas fazer muitos quilómetros como experimentar novos componentes no McLaren, permitindo avaliar a sua eficácia tendo em vista os próximos grandes prémios. “Coisas que são fundamentais e que queríamos experimentar, percebendo se resultam. Por isso foi muito útil ver onde conseguimos mais performance”, explicou o piloto belga. Palavras reforçadas pelo diretor da equipa, Eric Boullier: “Conseguimos fazer um teste em condições e aproveitar a oportunidade de rodar na pista. Tudo o que tínhamos planeado testamos e sentimo-nos muito contentes com isso”.

Nuno Barreto Costa/Autosport

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.