Dakar 2018: Quatro portugueses nos inscritos

Foi divulgada a lista provisória de pilotos que estão inscritos na próxima edição do Dakar, que arranca no dia 6 de janeiro de 2018 em Lima, capital do Peru, e termina a 20 de janeiro em Córdoba já na Argentina.

Ao contrário do que sucedeu no ano passado, onde foram 11 (número recorde) os pilotos portugueses em competição desta feita o contingente luso foi reduzido em mais de metade. À partida da 40ª edição da maior prova de todo-o-terreno do mundo estarão quatro pilotos portugueses: Paulo Gonçalves #6, Joaquim Rodrigues #26, Mário Patrão #30 e Fausto Mota #56, sendo que nenhum deles é estreante.

Gonçalves estará novamente ao serviço da Honda Racing Corporation e como sempre será um dos candidatos à vitória, que há tanto que persegue. Já Joaquim Rodrigues vai para a sua segunda participação no Dakar, depois de em 2017 ter sido o segundo melhor estreante e apenas uma malfadada penalização ter tirado a hipótese, já após a prova estar concluída, de ficar entre os 10 primeiros. Tal como em 2017 o piloto de Barcelos representará a Hero MotoSports, que vai a jogo com uma moto nova, estreada no Rali de Marrocos.

Aos comandos da nova KTM 450 Rally, Mário Patrão vai para a sexta participação no Dakar, onde em 2016 venceu a classe Maratona, enquanto Fausto Mota parte para a sua terceira presença na grande maratona do todo-o-terreno mundial. Desta feita, Mota não tripulará uma Yamaha, mas sim a PKL450, novo projecto que já esteve presente na Baja Portalegre 500.

No plano das ausências o destaque vai para Hélder Rodrigues, figura de referência neste tipo de provas e que nos últimos 11 anos esteve sempre à partida do Dakar e com resultados muito positivos. Também o experiente Pedro Bianchi Prata, outro piloto que habitualmente também está presente na prova organizada pela ASO (Amaury Sport Organisation), não consta desta lista.