MotoGP: Miguel Oliveira na Tech 3 em 2019

No dia de ontem o responsável máximo da ainda Yamaha Tech 3, Herve Poncharal, disse abertamente que para a temporada de 2019 existia a “forte possibilidade” de Miguel Oliveira mudar-se para a equipa gaulesa, que passará a estar ligada à KTM, sendo uma formação júnior do conjunto oficial de Mattighofen, mas possuindo duas KTM RC16 com a mesma configuração que as máquinas da equipa-mãe.

Pois bem, o MotoSport sabe que o contrato entre o atual piloto da Red Bull KTM Ajo em Moto2 e a francesa Tech 3 já foi assinado, sendo que a oficialização do acordo poderá estar presa por poucas horas.

Em 2019 assistiremos assim à tão aguardada chegada do piloto português à categoria máxima do motociclismo de velocidade. Resultado do árduo trabalho de um jovem que mesmo num país, onde o motociclismo não tem a importância que por exemplo possui na vizinha Espanha, nunca virou cara à luta em busca do seu grande sonho que está prestes a realizar-se.

Equipa habituada a trabalhar, desde sempre, com promissores valores, basta ver o recente caso de Johann Zarco (será piloto oficial da KTM em 2019), a Tech 3 é uma equipa com grande tradição no Mundial, sendo liderada por Herve Poncharal, um dos mais respeitados chefes de equipa. A passagem da Tech 3 para a KTM, esfera à qual Miguel Oliveira está ligado novamente desde 2017, por troca com a Yamaha, após uma longa parceria de sucesso, contribuiu e muito para este desenlace.

Por último, mas de todo não menos importante, de referir que Miguel Oliveira será o primeiro piloto português a competir na classe maior com a denominação de MotoGP. Nunca esquecendo Felisberto Teixeira que em 1998 competiu no Grande Prémio de Espanha, curiosamente no palco da prova deste fim de semana (Jerez de La Frontera) na categoria máxima da época, 500cc, então aos comandos de uma Honda V2, a 500 que a marca japonesa disponibilizava para os amadores.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.