Vendas de motos cresceram 23,3% em 2017

A Associação Automóvel de Portugal, ACAP, revelou agora que o número de vendas de motos em 2017 cresceu 23,3%, face ao período homologo de 2016. No total do ano foram matriculados 29.183 novos veículos de duas rodas, triciclos e quadriciclos em Portugal.

Apesar destes números em dezembro do ano passado o mercado registou uma forte queda, contrariando a tendência dos últimos meses. Com efeito, foram matriculados no último mês de 2017 1.306 veículos, o que se traduziu num decréscimo de 18,6 por cento face ao mês homólogo do ano anterior.

No entanto verificou-se um excelente desempenho no sector dos ciclomotores (+42,9%) e dos motociclos com mais de 125 cm3 (+24,0%), mas observaram-se quedas muito significativas nas vendas dos restantes tipos de veículos.

Numa análise individualizada por tipo de veículo, no período referido, observou-se que o mercado de ciclomotores novos matriculados pelos representantes oficiais das marcas totalizou 290 unidades em dezembro de 2017, tendo apresentado uma evolução positiva de 42,9 por cento face ao mês homólogo de 2016.

Em termos acumulados, de Janeiro a Dezembro de 2017, foram matriculados 3.091 ciclomotores, o que se traduziu num crescimento de 18,5 por cento relativamente a igual período do ano anterior.

Já no que diz respeito aos motociclos, dezembro de 2017 viu serem matriculados 948 motociclos, o que representou uma queda de 25,4 por cento face a igual mês de 2016.

Contudo em termos acumulados, nos doze meses de 2017, o número de unidades matriculadas cresceu 25,6 por cento face ao período homólogo do ano anterior, tendo sido colocados em circulação 24.813 novos motociclos.

Quanto aos motociclos de cilindrada até 125 cm3 registaram, em dezembro de 2017, uma fortíssima queda, com um total de 530 unidades matriculadas , ou seja, um decréscimo de 43,3 por cento face ao mês homólogo de 2016.

No entanto o número acumulado de motociclos até 125 cm3 matriculados nos doze meses de 2017, este situou-se nas 14.514 unidades, o que representou um aumento de 19,0 por cento face a igual período do ano anterior.

Já os motociclos de cilindrada superior a 125 cm3 colocados em circulação pela primeira vez em Portugal registaram, no ultimo mês de 2017, um total de 418 unidades, o que representou um acréscimo de 24,0 por cento face ao mês homólogo de 2016.

Em termos acumulados, de janeiro a dezembro do ano passado, as matrículas destes veículos totalizaram 10.299 unidades, o que se traduziu num aumento de 36,2 por cento em relação ao período homólogo de 2016.

O mercado de triciclos situou-se em 9 unidades vendidas em dezembro de 2017, o que representou uma quebra de 40,0 por cento face a igual mês de 2016, enquanto o total do ano de 2017 registou um decréscimo de 41,3 por cento em relação ao período homólogo de 2016, tendo sido vendidas 91 unidades.

Já as vendas de quadriciclos situou-se nas 58 unidades matriculadas em dezembro de 2017, o que representou um decréscimo de 50,0 por cento face a igual mês de 2016.

No ano de 2017 as matrículas de quadriciclos registaram um crescimento de 3,1 por cento em relação ao período homólogo de 2016, tendo sido matriculados 1.187 quadriciclos.