A evolução do autorrádio ao longo de décadas

O autorrádio como o conhecemos hoje é o resultado da evolução de uma ideia com 9 décadas. Um ‘extra’ que nem sempre foi bem acolhido e originou, inclusivamente, a tentativas de proibição por leis. Entre nesta viagem que atravessa eras.

A indústria automóvel evoluiu em todos os aspetos, e, entre eles, o autorrádio não é excepção. Se nos dias de hoje dificilmente é considerado um “extra” e se as marcas oferecem soluções avançadas que integram funcionalidades que vão para além de apenas transmitir canais de rádio, a história da origem do autorrádio afasta-se muito desta realidade. De facto, em estados como o do Massachusetts ou em cidades como St. Louis, nos EUA, houve até tentativas para que fossem decretadas proibições na lei para a utilização do rádio nos automóveis.

A história do autorrádio não se compõe apenas por episódios agradáveis, tendo sido até apontado como um factor de distração para os condutores. Quem diria que a tecnologia evoluísse tanto ao ponto de o nome “autorrádio” se fundir numa noção mais abrangente que é a dos sistemas de infoentretenimento, como é exemplo o MBUX da Mercedes. Recordamos a história de um aparelho outrora mal amado que tão imprescindível, indispensável é para nós (e que por garantido o tomamos…).

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.