Hyundai Nexo: A segunda geração do hidrogénio

a carregar vídeo

Em linha com o objetivo da marca lançar múltiplas propostas de baixo impacto ambiental até 2025, foi apresentado o SUV que revela a nova geração da tecnologia e arquitetura FCV do fabricante coreano. Em exposição na CES 2018, o Hyundai Nexo pretende reforçar a aposta no hidrogénio que a marca tem vindo a fazer com o iX35.

A Hyundai dá a conhecer na Consumer Eletronics Show (CES), que hoje abre portas, o seu novo modelo alimentado com células de combustível de hidrogénio. Testemunhando o objetivo da marca lançar até 2025 um lote de 18 propostas de baixo impacto ambiental (designados como veículos eco-friendly), este automóvel procura também demonstrar como a gama da marca marca coreana no segmento SUV é a mais diversificada ao nível das motorizações. Outro dos destaques do novo Hyundai Nexo, que a partir de 2018 começa a chegar a mercados selecionados e procura seguir as passadas do pioneiro ix35, vai para a introdução de várias assistências de segurança.

Com um comprimento de 4,67m, a largura situada nos 1,86m e os eixos separados por 2,79m, o novo Hyundai Nexo aumenta as dimensões comparativamente ao iX35, mas com uma altura de 1,63m será mais baixo que o seu antecessor. O destaque principal (após as informações já reveladas antes de ter sido desvendado o nome do modelo) vai para a evolução da sua motorização, com o que a marca designa como a sua nova geração de célula de combustível. Demorando apenas 5 minutos a ser totalmente abastecida (a maior vantagem dos FCV comparativamente aos elétricos com bateria), este SUV de emissões 0 tem uma autonomia de 800km (um aumento de 30% em relação ao iX35, o que significa mais 226km). A arquitetura da célula de combustível foi um dos grandes focos no desenvolvimento, já que o peso, dimensões e acomodação da motorização e do tanque de hidrogénio foram melhoradas.

Além disso, também as capacidades foram aumentadas, sendo destacada a melhoria na aceleração e bateria do Hyundai Nexo em relação ao iX35. Assim, a combinação entre a célula de combustível de hidrogénio com 95kW e a bateria de 40kW garante um total de 135kW, com o movimento a ficar a cargo de um motor elétrico mais potente e que agora alcança os 120kW (160cv). Isto permite aumentar o pico de aceleração em 25%, e também diminuir o tempo para o sprint 0-96km/h (0-60 milhas por hora) em 20%, para um registo de 9,5 segundos. É ainda destacado o aumento do binário e a forma como a insonorização foi melhorada, graças à colocação de todas as peças móveis apenas num só espaço, o compartimento do motor.

A revelação de novas assistências de segurança é outra das tarefas do Hyundai Nexo na Consumer Eletronics Show de 2018, com três sistemas em estreia:

Monitor de Visão no Ângulo Morto: são mostradas no ecrã do infotainment do Hyundai Nexo as imagens captadas pelas câmaras laterais e traseira. Isto permite mostrar áreas que o retrovisor central não alcança, e é anunciado como o primeiro sistema de um fabricante a mostrar imagens dos dois lados da viatura.

Combinação do Assistente para Seguir Faixa de Rodagem (Lane Following Assist) e Assistência ao Condutor em Autoestrada (Highway Driver Assist): O primeiro garante que a viatura segue sempre bem situado na sua faixa de rodagem, até perto dos 150 km/h, e pode ser utilizado tanto em ambiente urbano como autoestrada. Pode ser combinado com o segundo apoio, que utiliza mapas e sensores para maior segurança nas vias rápidas e garantia de que os limites de velocidade são cumpridos.

Assistência Remota Inteligente ao Estacionamento: Também a Hyundai permite agora, como por exemplo faz a BMW com o Série 7, estacionar de forma autónoma tanto com o condutor a bordo como se ele estiver no exterior. É referido que basta o toque num botão para que a manobra seja efetuada.