Peões distraídos com telemóvel pagam multa

Passam a estar contempladas na cidade mais populosa do Havai multas para as pessoas que estejam tão focadas no smartphone ao ponto de colocar em risco a sua segurança quando passam as estradas.

Infelizmente, são cada vez mais frequentes os encontros imediatos entre carros e peões demasiado absorvidos pela utilização do telemóvel, uma situação de que resultam atropelamentos com consequências potencialmente fatais. Para colocar fim a este problema, no Havai, mais concretamente em Honolulu e zonas urbanas envolventes, passam agora a estar contempladas coimas para as pessoas apanhadas a passar a estrada que venham distraídas pela utilização do smartphone. Por cada infração, os cidadãos podem agora ser penalizados com multas de 35$.

Estar apenas concentrado no ecrã destes dispositivos móveis, e por isso totalmente alheado do meio envolvente, aumenta em quatro vezes o risco de passar a estrada fora dos locais destinados ou sem olhar para os dois lados antes de atravessar. Como é óbvio, isso coloca em risco a integridade física dos peões e pode levar a atropelamentos, o que explica a entrada em vigor desta legislação. A medida poderá brevemente ser alargada a outros locais, como a Califórnia, pois as autoridades desta solarenga zona americana vão em janeiro de 2018 avaliar a introdução de penalizações similares, que não se destinam apenas ao ambiente urbano mas serão aplicadas a nível estadual.

Além da penalização dos peões nos Estados Unidos, também estão a ser estudadas outras medidas em outras zonas do globo para reduzir o risco de atropelamentos. É o caso das ilusões de ótica com impacto no comportamento dos condutores, como visto na Islândia, as passadeiras interativas que regulam as ações de todos os envolvidos no cenário de trânsito que estão a ser testadas no Reino Unido e ainda a utilização de radares em França, também nas passadeiras.