MotoGP – Jack Miller: “Fui salvo por algo de sobrenatural”

Um dos momentos de grande tensão no Grande Prémio de França foi a violenta queda de Jack Miller durante a quarta sessão de treinos livres e que felizmente não trouxe consequências de maior ao piloto da Marc VDS.

“Senti a minha vida a passar pelos olhos. Não sou uma pessoa religiosa, mas acredito que tive ajuda de algo sobrenatural. Foi a relva que me salvou. Dirigia-me a toda a velocidade contra o muro, mas a relva bloqueou a traseira da moto e assim tive um pouco de tempo para travar antes de sair disparado da moto. Sem esse momento, onde perdi cerca de 10 km/h, teria sido ‘cuspido’ pela moto quanto rodava a 180 km/h”, explicou o piloto australiano.