GP Américas/MotoGP: Maverick Viñales entra com tudo

À semelhança do que aconteceu com os homens de Moto3 também os pilotos de MotoGP já realizaram a sua primeira sessão de treinos livres, que decorreu debaixo de um céu muito nublado, mas sem a presença de chuva.

No final foi o suspeito do costume, Maverick Viñales, que ficou com o melhor tempo. O piloto da Yamaha conseguiu completar uma volta ao traçado de Austin em 2m04.923s, que bateu por 0.577s o registo de Marc Márquez. É verdade que é só a primeira sessão de treinos livres, mas Viñales entrou com tudo no fim de semana e mais uma vez mostrou ao que vem. Andrea Dovizioso foi terceiro e o melhor homem da Ducati em pista. Contudo o piloto italiano ficou já a 0.681s de Maverick Viñales.

Johann Zarco foi quarto e o melhor piloto privado, confirmando mais uma vez toda a rapidez da M1 da Tech 3. O top cinco ficou completo com o sempre regular Álvaro Bautista, que foi secundado por Jorge Lorenzo, que arranca para este fim de semana disposto a fazer esquecer o péssimo início de época com a Ducati. Dani Pedrosa foi sétimo, enquanto Valentino Rossi conseguiu ao contrário das anteriores Grandes Prémios ficar para já entre os 10 primeiros ao ser o oitavo. Porém o piloto transalpino ficou a uns distantes 1.369s de Maverick Viñales, o seu companheiro de equipa. Nota ainda para o facto do top 10 desta primeira sessão ter tido seis pilotos oficiais contra quatro privados uma tendência contrária à verificada há 15 dias em Termas de Río Hondo.

Pela negativa ficaram os homens da Suzuki, Andrea Iannone e Álex Rins, que ficaram fora do top 10. Isto numa sessão onde Andrea Iannone rodou com a nova carenagem na sua Suzuki GSX-RR, que foi pensada para colmatar a ausência das asas aerodinâmicas. De referir também que Cal Crutchlow, que chegou a passar pelo comando, não evitou uma queda na Curva 6 começando assim com o pé esquerdo o fim de semana.

A segunda e última sessão do dia tem início às 20h05, hora de Portugal Continental.

Sem Título

Alexandre Melo/Motosport