A história de Albert “Shrimp” Burns: Um herói das corridas de BoardTrack

Este ano marca 120 anos desde o nascimento de um dos primeiros heróis das motos Indian – Albert Burns. Em 1912, quando Albert tinha apenas 14 anos de idade, construiu uma moto de corrida Indy e começou a participar de competições ao lado de pilotos mais experientes e adultos. E começou a ganhar, o que levou os seus rivais mais velhos a reclamar da sua idade e pequeno tamanho (sendo mais leve na moto).

Shrimp Burns acabou por se afastar de algumas corridas de motordrome, mas o jovem Albert não desanimou e saltava as cercas das pistas para fazer caretas para alguns dos pilotos que acabaram a queixar-se dele ou muitas outras vezes esgueirava-se para a pista, depois da corrida ter começado e, em alguns casos, vencer a mesma. Por causa do seu tamanho e formato das bochechas ganhou o apelido de Shrimp, “Camarão”.

A primeira aparição de Shrimp com a Indian foi no evento de abertura da temporada de 1920, uma semana de corridas no Ascot Park que teve campeonatos nacionais de 25 e 50 milhas. Shrimp caiu na corrida de 25 milhas a 107 mph, enchendo as mãos e braços com estilhaços da pista e farpas de tábua de madeira.

Para a corrida de 50 milhas, Shrimp pediu emprestada ao companheiro de equipe a sua Indian e voltou para a pista envolto em ligaduras. Conseguiu estar atrás dos líderes durante a maior parte da corrida usando os relés mais altos para ganhar velocidade suficiente para os passar na última volta, vencendo com uma velocidade média de 102 mph e quebrando todos os recordes existentes.

Quatro meses depois, Shrimp morre numa corrida a 14 de agosto de 1921, em Toledo, Ohio, apenas dois dias após o seu 23º aniversário. Shrimp chocou com a parte de trás da moto de Ray Weishaar à saída de uma curva e colidiu depois com o rails de proteção, tendo falecido mais tarde dos ferimentos na cabeça. A noiva do Shrimp, Genevieve Moritz, veio precisamente a esta prova para entregar um presente de aniversário e testemunhou o acidente fatal.

Shrimp ganhou um lugar no Hall da Fama da AMA Motorcycle em 1998, exatamente 100 anos desde o seu nascimento.

San Marco da Anvil Motociclette, preparador italiano que recentemente apresentou uma Flat Tracker que apelidou de “Shrimp” em homenagem a Albert Burns comentou: “O que amamos na história de Shrimp é que ele era muito jovem, mas tinha muita determinação. A sua personalidade e perseverança na sua curta mas emocionante vida é deveras inspiradora! Desde criança ele desafiou os pilotos profissionais sem medo. Ele sempre viveu no limite e é isso que compartilhamos com ele, tanto na nossa vida como nas nossas aventuras profissionais ”.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.