a carregar vídeo

Desde que foram inventados em 1888, os pneus mantiveram a sua forma básica. Claro que houve evoluções à tecnologia, como em 1946, quando a Michelin inventou os pneus radiais. Mas um pneu hoje em dia não é muito diferente daqueles que John Dunlop criou para a bicicleta do seu filho. Agora, a Goodyear quer finalmente revolucionar o conceito de pneu para automóvel.

A Goodyear pretende substituir os atuais tubos circulares por esferas, num futuro em que um pneu vai ter mais importância para agarrar o carro autónomo à estrada. O projeto Eagle-360 diferencia-se de um pneumático normal em vários aspetos. Primeiro, a sua forma, parecida com uma bola de futebol, vai permitir-lhe mover-se em todas as direções, acabando com as rodas a patinar. Além do mais, não haveria necessidade de contacto com a estrada, com a possibilidade se levitar magneticamente.

Estes pneus também vão possuir sensores que fornecem informação sobre as condições da estrada e do tempo ao carro, bem como a outros carros nas redondezas, melhorando a eficácia das reações ao ambiente em redor de cada veículo. Finalmente, o Eagle-360 vai poder assumir características diferentes conforme a estrada está seca ou molhada, como se fosse uma esponja do mar.

Já premiado pela revista Time como invenção do ano, o Goodyear Eagle-360 ainda está numa fase prematura de desenvolvimento, mas os sensores e o sistema de conectividade, o IntelliGrip, já têm aplicações práticas, podendo ser incorporados em programas de controlo de estabilidade e de assistência de travagem, já existentes nos automóveis que estão à venda em Portugal.